17 abril 2012

Extratos de Pina

"Os dançarinos em cena não dançam. Correm. Gritam e riem, contam piadas. Alguém derrama água e joga terra no chão do palco. Talvez até cresça grama ali. Piruetas velozes e pernas esticadas para o alto são coisas inexistentes numa encenação dessas. Mas seres humanos – pessoas vivas com medos, amor, tristeza e fúria. "O que me interessa não é como as pessoas se movem, mas sim o que as move”, resume Pina Bausch"


"Tem coisas que nos deixam sem palavras e tem coisas que as palavras não dão conta de dizer. É aí que entra a dança"


" Dance, Dance, senão estaremos perdidos"

Pina - Filme obrigatório para os amantes da dança, artistas e filósofos de plantão.

3 comentários:

  1. Muito perfeito esse filme, uma homenagem e tanta. Uma salva de palmas a Win Wenders pelo trabalho tão bonito. Quanto a Pina, a obra dela é encantadora e ela uma diva. Não só pelas coreografias maravilhosas, mas também pela forma de encarar a dança, o jeito de lidar com os bailarinos. Fiquei com muita vontade de assistir todos os espetáculos que aparecem no documentário, rs.

    Beijos.

    ResponderExcluir
  2. Olá! adoramos seu blog, dá uma passadinha lá no nosso: http://sentindoadanca.blogspot.com.br/ obrigada, bjs
    Se puder e quiser curtir no face: http://www.facebook.com/SentantLaDanse

    ResponderExcluir

Dê uma pirueta, duas piruetas!